top of page

Dermatologia

Dra. Renata Novais Mencalha

CRMV-RJ 9355

dra_renata.png
  • Graduação na UFRuralRJ em 2007

  • Residência em Dermatologia na UFRRJ

  • Mestre e Doutora UFRRJ

  • Pós-Graduação em Dermatologia pela Equalis

  • Autora do Atlas de Dermatologia em Cães e Gatos de A a Z.

  • Professora da Pós-graduação em Dermatologia da Equalis

Serviços

Consulta dermatológica

  • Exames de pele com resultado na hora (raspado, tricograma, citologia de pele, citologia de ouvidos, punção de nódulos)

  • Otoscopia e otoendoscopia

  • Testes alérgicos

  • Prevenção e tratamento da leishmaniose visceral canina

  • Lâmpada de Wood e cultura fúngica

  • Biópsia de pele

  • Criocirurgia

  • Laserterapia

Dúvidas frequentes

  • 1. A lambedura de patas ocorre por estresse?
    A maioria dos quadros de lambedura de patas ocorre por coceira e não por estresse! A coceira, na maioria das vezes, é de fundo alérgico, podendo ser agravada por fungos e/ou bactérias.
  • 2. Qual é a melhor freqüência para dar banhos no pet ?
    Para cães que têm dermatopatias (problemas de pele), os banhos podem fazer parte do tratamento e, por isso, o intervalo pode ser bem curto como 2 banhos por semana, por exemplo. Já cães que não têm nenhuma alteração em pele e pelos, não há um intervalo obrigatório. Eles podem, inclusive, nem tomar banho! Mas, claro, considerando a proximidade com nós humanos, o banho semanal pode ser um limite razoável. Vale sempre consultar seu médico-veterinário de confiança para esta questão, até porque particularidades de acordo com as raças são comuns não só para banhos, mas também para tosa. Para os gatos, o banho normalmente não é recomendado.
  • 3. Água no ouvido causa otite?
    A água que pode cair nos ouvidos durante um banho não é capaz de gerar otite, apesar de esta afirmação ser dita repetidamente por ai. A maioria das otites em cães é de origem alérgica.

Principais doenças

  • 1. A lambedura de patas ocorre por estresse?
    A maioria dos quadros de lambedura de patas ocorre por coceira e não por estresse! A coceira, na maioria das vezes, é de fundo alérgico, podendo ser agravada por fungos e/ou bactérias.
  • 2. Qual é a melhor freqüência para dar banhos no pet ?
    Para cães que têm dermatopatias (problemas de pele), os banhos podem fazer parte do tratamento e, por isso, o intervalo pode ser bem curto como 2 banhos por semana, por exemplo. Já cães que não têm nenhuma alteração em pele e pelos, não há um intervalo obrigatório. Eles podem, inclusive, nem tomar banho! Mas, claro, considerando a proximidade com nós humanos, o banho semanal pode ser um limite razoável. Vale sempre consultar seu médico-veterinário de confiança para esta questão, até porque particularidades de acordo com as raças são comuns não só para banhos, mas também para tosa. Para os gatos, o banho normalmente não é recomendado.
  • 3. Água no ouvido causa otite?
    A água que pode cair nos ouvidos durante um banho não é capaz de gerar otite, apesar de esta afirmação ser dita repetidamente por ai. A maioria das otites em cães é de origem alérgica.

Agendar consulta

002.png
bottom of page